Servidores públicos municipais aguardam definição do índice de reajuste

por frw publicado 18/01/2016 18h45, última modificação 18/01/2016 18h50
Ivonei Fão, presidente do sindicato da categoria, visitou hoje o presidente Lídio Signori para solicitar informações e buscar apoio dos vereadores

O presidente Lídio Signori recebeu na manhã desta segunda-feira, 18, na Câmara de Vereadores, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Ivonei Fão. O assunto principal da reunião foi a questão envolvendo o percentual de reajuste para os funcionários do Executivo.

Durante o encontro, Fão lembrou que o valor ideal, definido em assembleia e apresentado ao Executivo Municipal indica o reajuste de 16%, tendo em vista as perdas acumuladas nos últimos anos.

O percentual mínimo estipulado pela categoria prevê aumento de 10,9%, conforme cálculo feito pelo sindicato, que leva em conta a inflação prevista para este ano, somada à diferença do reajuste do ano passado em relação ao índice inflacionário.

Ainda conforme Ivonei, a categoria está apreensiva em relação à negociação com o Executivo. “Nós temos relatórios que indicam um aumento do FPM do município desde 2013 e para esse ano o orçamento também vai ser maior, porque arrecadou mais, então esse argumento de que o município não tem arrecadação suficiente para dar o aumento não é válido”, alertou.

O presidente Lídio também manifestou preocupação em relação ao assunto e afirmou que o Poder Legislativo vai acompanhar o processo. “Nós vamos avaliar com os demais vereadores e se o reajuste vai ficar muito longe de repor as perdas vamos questionar”, afirmou, ressaltando ainda que o reajuste não pode inviabilizar os cofres públicos, porém precisa ser justo com os trabalhadores.

Como a data base para o reajuste está definida para o mês de fevereiro, o projeto precisa ser encaminhado em até 20 dias, para não incorrer no risco de os servidores não receberem o aumento no próximo mês.

Lucas Faustino/ Assessoria de Imprensa

 

error while rendering plone.comments