Profissionais da área da saúde explicam aos vereadores o programa Núcleo de Apoio a Saúde da Família

por Clomar Toledo/Jornalista — publicado 24/04/2017 10h25, última modificação 24/04/2017 10h24
Os vereadores querem saber qual vai ser o impacto no orçamento do município.
Na manhã desta segunda-feira Taís Candaten, Assistente Social e as enfermeiras Adriane Lutz, Lea Tomschke e Nair Schuch representando a 19ª Coordenadoria de Saúde estiveram na reunião das comissões para tirar dúvidas dos vereadores sobre o projeto de implantação do Programa Nacional de Apoio a Saúde da Família NASF tipo 1. A preocupação dos vereadores é com relação à contratação dos profissionais e o impacto no orçamento do município. Nair Schuch, enfermeira Coordenadora do Programa na área da 19ª disse que o município já devia ter implantado este programa e que cidades bem menores em nossa região já estão com o mesmo em funcionamento. O objeto do Núcleo de Apoio à Saúde da Família é ampliar a abrangência das ações da atenção básica, bem como sua resolubilidade, apoiando a inserção da estratégia de saúde de família na rede de serviços e o processo de territorialização e regionalização a partir da atenção básica. O Programa é composto por profissionais de diferentes áreas de conhecimento, que atuem em parceria com a Estratégia de Saúde da Família - ESF, compartilhando as práticas de saúde. As equipes multidisciplinares poderão ser compostas por até 10 (dez) profissionais alusivos aos cargos de: Psicólogo, Assistente Social, Educador Físico, Fisioterapeuta, Nutricionista, Médico Reumatologista, Médico Ginecologista e Obstetra, Fonoaudióloga e Pediatra. Segundo a Assistente Social Taís Candaten a implantação do programa pode também ajudar a diminuir as viagens de pacientes do município para outros centros de saúde e que são recursos do Ministério da Saúde que serão investidos em Frederico Westphalen.
registrado em:
error while rendering plone.comments